Grandes pormenores...

30.7.14
babetes 1.jpg babetes 2.jpg babetes 3.jpg babetes 4.jpg babetes 6.jpg babetes 7.jpg babetes 9.jpg Lembro-me que quando estava à espera do Manuel a minha mãe me comprou imensos babetes e eu dizia-lhe sempre que nem valia a pena dar-se a esse trabalho porque o meu filho certamente não iria andar de babete. Como a maioria das afirmações feitas desta maneira, assertiva e sem conhecimento de causa, também esta me caiu redonda em cima para me ensinar a não tomar as coisas por certas sem as conhecer. O Manuel saiu-me um babão de primeira e como a lição ainda não tinha sido bem bem aprendida, o Joaquim saiu-me igual ou pior. Mas entre tantas coisas que vamos tendo para fazer e escolher a verdade é que fui sempre usando os que tinha em casa, uns engraçados outros medonhos, outros assim assim mas quase todos a destoar completamente no produto final. No outro dia, em conversa com a Daniela ela puxou o assunto (creio que numa espécie derradeira de tentativa de salvação) e eu fiquei (finalmente) a pensar no assunto. E decidi deitar mãos à obra. Usei alguns retalhos que tinha em casa e para os forrar comprei um turco plastificado. Tentei usar os padrões menos "bebé" que tinha e adorei o resultado final.
Mesmo fáceis, fáceis de fazer seguindo estes passos:
- encontrem um molde de que gostem (podem por exemplo basear-se num modelo que já tenham;
- cortem o tecido e o forro de acordo com o molde;
- juntem o lado direito com o lado que pretendem que fique para fora na parte de trás e prendam com alguns alfinetes;
- cosam à máquina deixando por coser uma pequena parte (eu deixei na parte de uma das pontas onde depois coloquei molas);
- virem os babetes e cosam à mão o que falta;
- coloquem molas (eu coloquei numa loja) ou se preferirem fazer tudo em casa comprem uma fita de velcro e cosam tamném!

10 comments:

  1. é mesmo isso! :)
    muito bem, miss polivalencia ;)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Daniela por me mostrares a luz :D

      Delete
  2. Tão giros! Tb quero andar de babete ahahah

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahahah Susana, ainda não mas quando chegar a altura faço para ti!

      Delete
  3. por aqui nunca houve muitas babas... mas também nunca tive babetes que dissesse que gostava mesmo. acabei por usar só nos momentos em que tinha mesmo que ser, porque também sentia que no conjunto não tinham nada a ver. adorei a ideia e faz todo o sentido (pelo menos para mim :))!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que sorte Catarina, por aqui estes dois saíram muito muito babas :D

      Delete
  4. esse tecido das malaguetas rendeu para tanta coisa!! e que giro que é!

    :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. É lindo! Consegui aproveitar um restinho do corte das calças. Ufa :)

      Delete
  5. És mesmo "jeitosa", estão o máximo. O Raúl desde que usa o colar de âmbar deixou de se babar.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Alexandra. Achas? Compro já à dúzia!

      Delete

Obrigada pelo seu comentário!

AddThis