Das memórias da minha infância....

2.2.16
Das tantas memórias que guardo da minha infância algumas sobressaem. A dos iogurtes feitos em casa é uma delas. Lembro-me de uma iogurteira que a minha mãe usava (que estou certa que ainda andará pela casa dos meus pais, guardada num qualquer armário) e foi a essa lembrança (e o falar com um amigo que tinha recentemente comprado uma) que me levou a procurar uma máquina à nossa medida.
Lá em casa somos todos fãs de iogurtes e portanto isto apenas me pareceu um investimento natural. Claro que acho que o André quando lhe falei na ideia, encolheu os ombros (acho que feliz por me lembrar disto e não insistir na história de querer ter galinhas em casa) mas a verdade é que se rendeu ao primeiro iogurte.
Habitualmente temos sempre iogurtes naturais em casa já que são os nossos favoritos mas este fim de semana não resisti a uns morangos que encontrei no Mercado e lembrei-me de fazer um iogurte com morangos e mirtilos assados. Facílimo. Assei os morangos e mirtilos com uma colher de Maple Syrup e depois de deixar arrefecer coloquei no fundo dos copos antes de prosseguir com a receita habitual.
Normalmente uso o leite meio-gordo que os miúdos bebem e se no início usava como base um iogurte natural, rapidamente me rendi a estas bases de iogurte que encontrei em Lisboa (encontram-se aqui e aqui ) . Ficam com uma consistência maravilhosamente surpreendente.
Escolhi esta máquina porque para além dos iogurtes também tem a função de queijeira mas ainda não ganhei coragem. Uma coisa de cada vez.
Entretanto, para as melhores receitas de iogurtes e uma enorme fonte de inspiração para eu me ter lançado nesta aventura, vejam aqui o Blog da Susana.

1 comment:

  1. Oh, tão bom!! Ainda hoje fiz mais dois litros dele. :D

    ReplyDelete

Obrigada pelo seu comentário!

AddThis